segunda-feira, 27 de junho de 2011

Arraial Chique: prato principal

Depois dos quitutes da entrada, chegou a hora do prato principal. E a expectativa era grande, pois há 3 semanas estava com uma dúzia de coxas e sobrecoxas de pato em confit, na minha geladeira.

Por mais que pareça chique, o confit de pato é uma técnica muito comum no interior da França. Mas, como não é a primeira vez que a coloco por aqui, não vou repetir a história toda. Sugiro uma espiadinha neste outro post. Para acompanhar, fiz curau de milho e farofa de pinhão. 

É ou não um belo prato caipira?




Confit de Pato


Ingredientes
12 coxas com sobrecoxa de pato
2 kg de gordura de pato
6 dentes de alho

sal trufado


Como fazer
Dia do Preparo 

Esfregue as coxas de pato com o sal e deixe marinando por algumas horas. 
Pré-aqueça o forno a 190°C, enquanto derrete a gordura de pato em fogo baixo.
Acomode os patos em duas formas e despeje a gordura derretida até quase cobrir. 

Divida os dentes de alho nas formas e tampe com papel-alumínio.
Asse por cerca de 1 hora, ou até a pele e a carne soltarem da extremidade do osso.
Espere esfriar e depois guarde o recipiente na geladeira, sem mexer em nada.
Mantenha refrigerado até usar.

Dia de Servir 

Retire o recipiente da geladeira algumas horas antes do jantar.
Disponha os patos em uma outra forma, retirando bem a gordura da superfície.
Asse em forno médio (160°C) por aproximadamente 1 hora.



Imprevistos: tive novamente um problema com o fornecimento de gás e o forno não funcionou na hora H. Como alternativa, finalizei os patos na frigideira. Grelhei em fogo médio, com a gordura para baixo e tampados, por aproximadamente 10 minutos. A desvantagem foi perder uma parte da maciez, mudando a consistência da carne. O sabor, por outro lado, não foi prejudicado em nada! 


Acompanhamentos

O curau de milho já apareceu aqui no blog, na receita Curau de Milho e Caviar da Chef Roberta Sudbrack. Só aumentei a quantidade, fazendo 8 espigas de milho. 

A farofa de pinhão é muito simples. São 500g de pinhão, cozidos e passados no processador. Na hora de servir, dourados em 2 colheres de manteiga, com sal e pimenta. Mais nada! E nem precisa de nada, só assim já ficou bom demais...



Depois disso tudo.... Veio a sobremesa! Mas essa vai ficar para amanhã...



11 comentários:

  1. Que prato lindo. Parabéns! Obrigada pela visita.
    Quando fizer o polpetone de salmão me conta tah,
    Bjókas e uma linda semana

    ResponderExcluir
  2. Esse prato confitado deu-me água na boca, uma verdadeira delícia.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Bruna, que prato lindo. Fiquei com vontade de experimentar. Tudo muito bem cuidado. Abraços, Adriana.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso! Adoro pato, parece sensacional! Fiz uma receita sua e coloquei no meu blog, dá uma olhada! Beijão, Cecilia

    ResponderExcluir
  5. Nossa Bruna que chique!! Nunca fiz confit de pato!rs Depois vou testar com suas dicas! :D Ficou lindo o prato com a farofa de pinhão, confit de pato e curau de milho!Adorei !! Os convidados sairam felizes da festa viu! rs Beijos Tereza

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Adorei conhecer o blog, está recheado de boa comidinha! Cá em casa apreciamos muito pato e esta refeição encheu-me bem as medidas ;)
    Vem conhecer a minha cozinha, está sempre de portas abertas, um beijinho!
    Sandra
    http://docuraseespeciarias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Bruna, este arraial está mesmo muito chique!

    O pato parece delicioso e o acompanhamento de curau e farofa de pinhão são maravilhosos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Cecilia, adorei seu post sobre o brie assado! Fico muito feliz que tenhas feito uma receita minha, e mais feliz ainda que tenha gostado!!! beijão

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, sugestão ou crítica!

Bruna