segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Amigo chef


Sábado a noite tirei uma folga da cozinha para jantar na casa de um casal de amigos queridos. No menu, além dos pães e queijos na entrada, um delicioso mignon assado (a peça inteira) acompanhado de risoto ao molho rôti. A originalidade do menu está na preparação.

O mignon foi dourado em uma panela em fogo alto, para dar cor e depois assado em forno médio até chegar ao ponto desejado - o chef da noite recomenda 15 minutos para mal-passado. O risoto foi preparado na mesma panela onde a carne foi dourada e armonizado com vinho tinto. Uma delícia...

Queremos repeteco!!



Goiabada com queijo

Meu marido e minha mãe amam goiabada. Ontem, para agradá-los, fiz esta sobremesa do restaurante Carlota, da chef Carla Pernambuco. 

Embora suflê seja um pouco mais trabalhoso, a combinação queijo e goiabada compensa!




Suflê de Goiabada com Calda de Catupiry

Ingredientes
1/2 kg de goiabada
8 claras batidas em neve
1/2 xícara de requeijão
2 xícaras de água
1/2 xícara de Catupiry
1 xícara de creme de leite

Como fazer
Dissolva a goiabada com a água quente até ficar com consistência pastosa e deixe esfriar.
Derreta o requeijão, o catupiry e o creme de leite em banho-maria. Deixe esfriar.
Bata as claras em neve (acrescente uma pitada de sal, que elas crescem muito mais rápido).
Misture a goiabada com as claras e, em forma própria para suflê (8 pequenas), leve ao forno moderado para dourar por aproximadamente 10 minutos.


* O livro:

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Belle du jour

A versão francesa do nosso misto-quente é o croque-monsieur. Menos popular, mas infinitamente mais gostoso é o croque-madame. Um delicioso sanduíche de forno com molho branco e finalizado com um ovo frito por cima... 

Perfeito para um lanche de fim de tarde reforçado!


Croque-madame

Ingredientes
150ml de leite
20gr de farinha de trigo
20gr de manteiga
2 fatias de pão de forma ou brioche
1 ovo frito
2 fatias de presunto
50gr de queijo gruyère ralado (ou prato)
sal, pimenta e noz moscada a gosto

Como fazer
Em fogo baixo, derreta a manteiga com a farinha de trigo. Acrescente o leite frio, mexendo continuamente para o molho ficar liso. Tempere com sal, pimenta e noz moscada.
Disponha uma camada de creme sobre a fatia de pão, coloque o presunto e feche o sanduíche.
Misture o creme restante com o queijo e cubra o sanduíche, de forma que fique bem umedecido.
Leve para gratinar em forno pré-aquecido a 200°.
Frite o ovo. Sirva o croque-madame com o ovo por cima.



Manhã trufada

As trufas negras são cogumelos típicos franceses, encontrados principalmente nas regiões do Périgord e Provence. Saborosos e perfumados, são uma experiência gastronômica única. Use em pratos simples, para ressaltar ainda mais a qualidade do ingrediente tão especial, como uma massa fresca (nhoque ou tagliatelle), adicionando-as ao final, já no prato. 

Comprei meu potinho nas férias, em uma loja da rede Oliviers&Co. Vale a pena entrar no site e conhecer os maravilhosos produtos. Enfim, aproveite sua próxima viagem, ou a de um amigo, para comprar suas trufas negras. Tenho certeza que será uma refeição inesquecível, em casa!



UPDATE - tem um quiosque da marca no shopping Morumbi, descobri hoje!



quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Peixe a Gosto


Um dos meus restaurantes favoritos é o Brasil a Gosto, da chef Ana Luiza Trajano. Dentre as várias opções deliciosas, a minha favorita é o Abadejo com Crosta de Baru e Purê de Banana-da-Terra. Quando vou lá experimento sempre entradas e sobremesas diferentes, mas o prato principal não mudo por nada! 

Consegui a receita abaixo por pura coincidência, em um livro que ganhei da TAM, durante um vôo em 2008.
Era para ser...




Abadejo com Crosta de Baru e Purê de Banana-da-Terra

Ingredientes
4 postas de 200gr de abadejo
50gr de baru (como nunca acho, uso castanha de caju)
50gr de pão de forma
25gr de manteiga
400gr de banana-da-terra
Sal e pimenta a gotso

Como fazer
Comece levando a banana, em papel alumínio, ao forno a 180° por 20 minutos.
Descasque ainda quente, amasse e tempere com sal e pimenta.
Enquanto a banana assa, prepare a crosta juntando as castanhas, o pão e a manteiga no processador.
Espalhe em uma placa e leve ao freezer.
Agora prepare o abadejo, temperando-o com sal e pimenta. Grelhe em um fio de azeite.
Coloque em uma traversa, cubra as postas com a crosta e leve ao forno pré-aquecido a 180° por 5 minutos.

Montagem
Em um prato, coloque no centro o purê de banana-da-terra e por cima a posta de abadejo com a crosta.
Decore com salsinha.

* O livro:










Salada nossa de todo dia

O almoço de hoje foi uma salada tradicional (alface, cenoura, beterraba) mas com o meu molho favorito de balsâmico de amoras. Ele faz toda a diferença na salada, deixando-a muito mais interessante! Finalize com um quejo de cabra esfarelado por cima.



Salada de queijo de cabra e balsâmico de amoras

Ingredientes
Alface, cenoura e beterrabas que baste (ou quaisquer outros vegetais da sua cozinha)
50gr de queijo de cabra (os melhores são os tipo crottin ou chabichou)
1 colher de vinagre balsâmico
2 colheres de azeite
3 colheres de geléia de amora
sal e pimenta-do-reino

Como fazer
Em uma tigela misture a geléia com o balsâmico, mexendo sempre, e em seguida o azeite.
Tempere com sal e pimenta.
Coloque sobre a salada e esfarele o queijo sobre o prato.
Sirva em seguida.

Dica
Experimente a mesma receita de molho com outras geléias como laranja, damasco, cereja, etc. Apenas mantenha as proporções.


Cozinhando os clássicos


Conheci este livro do Anthony Bourdain depois de ler o seu primeiro, Cozinha Confidencial, que fala de toda a trajetória profissional dele. Mas sem nenhuma receita. Já neste ele fala das principais receitas do restaurante em que era chef em New York, o "Les Halles".  Hoje em dia ele é consultor do restaurante, autor e apresentador do seu programa "Sem Reservas".

Todas as receitas são ótimas e muito fáceis de fazer. Já fiz mais da metade! Algumas das minhas favoritas incluem Boeuf Bourguignon, Costeletas de Cordeiro, Foie Gras com ameixas pretas e Gratin Dauphinois (batatas gratinadas), que são simplesmente maravilhosas, nem se comparam com a versão de restaurantes. O que as deixa tão saborosas é o cozimento ser no creme de leite, e não na água. 
* Disponível no Submarino

Les Halles

411 Park Ave South, New York



quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Comendo bem

Hoje queria comer algo um pouquinho mais elaborado, com cara de restaurante. Mas que não levasse a noite toda na cozinha. Optei por costeletas de cordeiro acompanhadas de uma polenta com gorgonzola. 

Ficou pronto em 20 minutos!



Costeletas de Cordeiro e Polenta com Gorgonzola

Ingredientes
1 peça com 8 ossos de costeletas de cordeiro
250gr de polenta italiana (veja comentários abaixo)
100gr queijo parmesão ralado
50gr queijo gorgonzola
azeite, sal e pimenta a gosto

Como fazer
Corte as costeletas nas juntas e tempere com sal e pimenta.
Aqueça o azeite em fogo médio e doure as costeletas, iniciando pela parte com gordura.
Prepare a polenta de acordo com as instruções do fabricante, adicionando o parmesão ao final.

Montagem
Coloque uma farta colherada de polenta no canto do prato. 
Adicione o gorgonzola em farelos e complete com outra colherada de polenta por cima.
No outro lado, coloque as costeletas, sempre em número ímpar.
Decore com uma fatia pequena de gorgonzola por cima da polenta e um fio de azeite.


*** Polenta
Não use polentina! Procure uma marca italiana de farinha de grano duro pré-cozida. Achei esta abaixo no Mercado Municipal de São Paulo.

Comprinhas

Adoro comprar coisas para a cozinha. Além das lojas de rede e afins, gosto de dois lugares em especial:

M.Dragonetti - para as pequenas coisas.
Loja de rua na Av. Santo Amaro, há mais de 45 anos no mercado. Atende principalmente restaurantes, mas é aberta ao público em geral. Também vende pela internet. Os bons achados:
Doural - para os grandes investimentos
Esta loja fica na Rua 25 de Março, mas o site é super completo e evita uma viagem até lá. Trabalha com marcas importadas exclusivas e os preços valem a pena. Meus favoritos:

O melhor bolo de chocolate do mundo!

Ontem eu estava com uma vontade de bolo de chocolate e não sosseguei até achar uma receita! Consegui o que queria em um livro da Nigella Lawson (ex-crítica de restaurantes e atual autora e apresentadora inglesa), um bolo de chocolate denso e macio, mas ao menos um pouco light... (com o açúcar mascavo) 

Ele fica uma delícia com cream cheese ou requeijão por cima. Light, claro!



Bolo de Chocolate

Ingredientes
1 xícara de manteiga sem sal
1 2/3 xícara de açúcar mascavo
2 ovos grandes, batidos
1 colher de chá de extrato de baunilha (o meu acabou, então usei de amêndoas, também funciona!)
1/2 xícara de chocolate meio-amargo derretido
1 1/3 xícara de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
280ml de água fervente

Como fazer
Pré-aqueça o forno a 190 graus e unte uma forma de 22,5 x 12,5 cm (forma de pão) com manteiga.
Na batedeira misture a manteiga e o açúcar, adicione os ovos e a baunilha.
A seguir adicione o chocolate e aos poucos a farinha misturada com o fermento e a água.
Coloque na assadeira e asse por 30 min a 190 graus.
Mude a temperatura para 160 graus e asse por mais 15 min.
Retire do forno e deixe esfriar antes de desenformar e cortar, se conseguir...


terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Integral gostoso

Comparar um prato tradicional com sua versão integral é sempre injustiça. Mas, dá para deixar o integral mais saboroso sim! Esse risoto cai super bem numa terça-feira, na tentativa de equilibrar a balança...



Risoto integral de peito de peru

Ingredientes
250 gr de arroz integral
1/2 cebola picada
2 dentes de alho picados
150 ml de vinho branco seco
100 gr de peito de peru desfiado
2 colheres de creme de leite fresco
50 gr de nozes trituradas
50 gr de parmesão ralado
sal, pimenta e azeite a gosto

Como fazer
Doure a cebola no azeite, acrescente o alho e depois o arroz. Deixe dourar por 3 minutos.
Acrescente o vinho branco e espere secar.
Preencha com água quente, na proporção de 2 partes de água para 1 parte de arroz.
Quando secar, acrescente o creme de leite e o peito de peru. Acerte o sal e pimenta.
Finalize na panela com as nozes e o parmesão.
No prato, com um bom azeite.




Básico, mas nem tanto

Como transformar um prato básico, de todos os dias, em uma opção mais elaborada? Investindo nos ingredientes! Na receita abaixo, para o almoço, usei massa tipo orecchiette, molho de tomate caseiro e queijo feta de ovelha.



Orecchiette com Molho de Tomate

Ingredientes
250gr de massa Orecchiette
50gr de queijo tipo feta (ovelha ou cabra)
6 tomates italianos em cubos, sem pele e sementes
1 cebola em cubos pequenos
2 dentes de alho picados
azeite, açúcar, sal, pimenta-do-reino e manjericão fresco a gosto

Como fazer
Refogue a cebola no azeite, adicione o alho e depois o tomate picado
Adicione um pouco de sal, açúcar e pimenta (coloque uma pitada de cada)
Cozinhe em fogo lento por 30 minutos
Ajuste os temperos
Passe por um processador se preferir um molho homogêneo (o molho acima não foi processado)
Esse molho pode ser guardado em geladeira por até 7 dias

Montagem
Prepare a massa conforme a instrução do fabricante
Coloque no prato a massa, seguida do molho e do queijo esfarelado
Enfeite com as folhas de majericão

Dicas: personalize o seu molho de tomate com uma colherzinha de mel ao invés de açúcar, pimenta vermelha ao invés de pimenta-do-reino, ou alecrim ao invés de manjericão, etc..



Bairrismo

Apesar de São Paulo já ter virado minha casa, ainda morro de saudades da minha terrinha, Santa Catarina. As pessoas, as praias, o clima, e claro, a culinária! Desde que achei este livro, não largo mais!

Dentre várias receitas, algumas que mais gosto:

Do litoral: Caldeirada de Frutos do Mar, Ostra Gratinada e Rabanada.

Dos italianos: Sagu de Vinho e Ambrosia

E.... dos alemães: Marreco Recheado, Bolachinha de Natal e Cuca de Banana (meus favoritos)


* Disponível na Estante Virtual 
(sebo on-line que é ótimo para livros mais antigos)


segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Atum pro marido

Meu marido adora atum. Toda segunda-feira é dia de sanduíche de atum em casa. Porém... Hoje resolvi inovar um pouquinho e fiz uma torta de atum. É simples e rápida.O marido aprovou!



                                                                         Torta de Atum

Ingredientes
2 latas de atum ralado em óleo
1 cebola fatiada
2 dentes de alho picados
3 tomates sem semente em cubos
3 colheres (sopa) de salsinha picada
4 batatas médias
1/2 xícara de creme de leite fresco
1/2 xícara de parmesão ralado
noz moscada, sal, azeite e pimenta a gosto

Como fazer
Descasque as batatas e cozinhe com sal.
Quando estiverem cozidas, amasse e faça um purê com o creme de leite e a noz moscada.
Refogue a cebola no azeite, junte o alho, depois o atum, tomates e salsinha. Acerte o sal e pimenta.
Coloque a mistura de atum em uma forma, cubra com o purê de batatas e termine com o parmesão ralado.
Gratine no forno ou com um maçarico.

Dica: sirva com uma salada verde.


Livros de base

Tenho dois livros que, não importa a receita ou idéia, sempre consulto. O primeiro, Todas as Técnicas Culinárias da escola Le Cordon Bleu e o segundo The Flavor Bible (A Bíblia do Sabor). Para mim, eles definem as "margens" da culinária: a técnica e o sabor. Tudo entre os dois fica livre para criação.


O primeiro livro foca na primeira "margem" da cozinha, a técnica. Além de mais de 200 receitas para começar a praticar, você aprende de forma ilustrada desde fritar um ovo até fazer pão. Não tão útil no dia-a-dia, mas imensamente interessante, é a técnica para destrinchar uma ave. Em legumes, o texto começa ensinando como escolhê-los. Enfim, é o passo-a-passo completo para o mundo da culinária. Mas, ao mesmo tempo, não deixa de ser o tira-dúvidas de todo dia.
* Disponível na Saraiva

Aqui a proposta é totalmente diferente, não há nenhuma receita. O livro, de autoria de vários consagrados chefs americanos, foca em sabor. Compila os principais ingredientes da culinária mundial, organizados no formato de guia, seguidos de suas maiores afinidades. Combinações como pato+figos+queijo roquefort+caramelo ou camarão+abacaxi+cebola+vinho branco são fáceis de criar, assim como tantas outras. É o livro essencial para todo gourmand.
* Disponível na Amazon

Oro - Rio de Janeiro


Outra descoberta deliciosa no RJ, o Oro Restaurante (pronuncia-se òro) do chefe Felipe Bronze, apresenta um pouco da gastronomia molecular, brincando com as texturas e aguçando os sentidos.

Alguns pratos memoráveis:

- Açaí salgado, com banana confit, tapioca e farofa gelada de foie gras - curiosidade: para a farofa de foie gras, prepará-lo na frigideira e depois congelá-lo. Utilizar um ralador na mesa para finalizar os pratos.

- Steak Tartare de mignon com gema de parmesão e fumaça de churrasco - além do parmesão líquido em forma de gema de ovo, a fumaça de churrasco faz um belo efeito na mesa. O prato vem "aprisionado" em uma redoma de vidro para liberar o aroma do churrasco somente na mesa. O contraste da carne crua com a fumaça de churrasco surpreende!

- Mousse de chocolate no nitrogênio - finalizada na mesa, a sobremesa é diferente de tudo que já havia visto. O mousse é despejado em um recpiente de vidro com nitrogênio e após 20 segundos sai de lá congelado por fora e macio por dentro. Excelente!!

Único.
http://www.ororestaurante.com/



sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Jantar para 2

Esta noite, como estou gripada e com a energia lá embaixo, o jantar teve que ser rápido. Achei essa receita do Alex Atala na minha caixinha de recortes, e em 30 minutos estava tudo pronto! Coloque o peixe para assar enquanto prepara o creme. 


Congrio com canela e Creme dourado de milho


Ingredientes
500 gr de filé de congrio
15 gr de canela
350 ml de leite
2 espigas de milho fresco
azeite de oliva
sal e pimenta-do-reino a gosto

Como fazer
Em uma assadeira, disponha o congrio cortado em 4 pedaços, tempere com canela, sal, pimenta e azeite abundante e asse em forno baixo por 30 minutos.
Ferva em fogo baixo o leite com o milho em grãos por 15 min ou até que o milho esteja macio.
Bata em liquidificador até obter uma consistência cremosa.
Volte para a panela e acerte o sal e a pimenta.

Dica
Se o creme estiver um pouco opaco, acrescente uma pitada de cúrcuma ou açafrão.



Sal, variedade que não acaba mais...


Uma forma de incrementar as produções diárias é com o sal. Existem vários tipos no mercado, mas vou falar dos meus favoritos:

Flor de sal - são os cristais da camada superficial da água, recolhidos antes de afundarem e formarem o sal marinho tradicional. Uma região tradicional é Camargue, na França. Para preservar sua forma, utilize somente em pratos que já passaram por cocção, para finalizar. Combina muito bem com frango, saladas e pratos frios em geral, como ceviche.

Sal Negro do Hawaii - tem sua colocarão devido a adição de lava. Também usado para finalizar, combina muito bem com peixes, carnes em geral e legumes.

Sal Rosa do Himalaya - formado por depósitos de fóssil há 250 milhões de anos, é considerado umas das formas mais puras de sal. Vai muito bem com sopas.

Sal Trufado - tradicionalmente italiano, este sal é produzido através da combinação de trufas negras, essência de trufa e sal marinho. Sua melhor combinação é com ovos, mas massas, risotos e batatas também ficam muito bons com este sal.


Jantar em Casa

Essa noite fizemos um jantarzinho em casa. Como estamos em pleno verão, e os camarões do Hortifruti estavam lindos, a opção foi um Bobó de Camarão, acompanhado de arroz branco e farofa de dendê. Para sobremesa, um Crème Brûlée de limão.

O Bobó foi modificado ligeiramente. Não gosto muito de pimentões, pois acho que roubam um pouco o gosto dos demais ingredientes. Também não sou muito fã de molhos de tomate prontos ou concentrados. Assim, utilizei uma lata de tomates pelados no lugar dos ingredientes acima. Abaixo a minha receita já modificada.

O Crème Brûlée de limão é um pouco diferente do tradicional, pois não leva gemas e não precisa ser assado em banho-maria. O suco do limão já faz este trabalho para você, agindo como espessante. Para fazer uma graça, ao invés de ramekins individuais, sirva na casca do próprio limão.



Bobó de Camarão

Ingredientes
500gr de mandioca cozida
500gr de camarão médio
8 camarões rosa
1 vidro de leite de coco
1 lata de tomate pelado
1 cebola ralada
Azeite de dendê, coentro, pimenta dedo de moça e sal a gosto

Como fazer
Cozinhe a mandioca até amolecer e processe ainda quente com seu caldo e metade do leite de coco.
Refogue os demais ingredientes em quantidade suficiente de azeite de dendê
Acrescente o creme de mandioca,o restante do leite de coco e os camarões médios
Deixe ferver e cozinhe por 45 min, até os camarões cozinharem por completo
Doure os camarões rosa no dendê por aproximadamente 4 min cada lado
Sirva com arroz branco e farofa de dendê


E para sobremesa...



Crème Brûlée de Limão

Ingredientes
1 xícara bem cheia de creme de leite fresco
1/4 xícara de açúcar
40ml de suco de limão espremido na hora
1/2 colher de raspas de limão
Açúcar mascavo para polvilhar

Como fazer
Cozinhe em fogo médio o creme de leite e o açúcar, mexendo sempre, até a mistura ficar homogênea.
Mantenha em fogo médio por mais apoximadamente 3 minutos.
Remova do fogo e adicione as raspas de limão e lentamente o suco de limão
Limpe as cascas dos limões utilizados para o suco e algumas extras, em um total de 8 metades
Complete cada casca com o créme e leve a geladeira por no mínimo 3 horas
Antes de servir polvilhe levemente com açúcar mascavo e utilize um maçarico para gratinar

Dica: corte um pouco as bases dos limões para eles ficarem em pé ou forre a travessa com sal grosso.



quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

TOP10 Filmes


Depois de pensar muito consegui chegar na minha lista de filmes favoritos para o blog. Todos têm a gastronomia como tema principal ou como pano de fundo e estão em ordem de preferência/recomendação.

Cineminha em casa para final de semana chuvoso!

1 - Sem Reservas
2 - Ratatouille
3 - Julie & Julia
4 - Um bom ano
5 - Comer Rezar Amar
6 - A Fantástica Fábrica de Chocolate
7 - Cartas para Julieta
8 - Tomates Verdes Fritos
9 -  Chocolate
10 - Sideways



       


UPDATE: uma amiga me indicou o filme "Garçonete", assisti esta semana e ele mereceu entrar na lista. É um filme fofo sobre uma garçonete que adora criar novas tortas!



TOP10 Temperos


É difícil reduzir todos os temperos e especiarias da cozinha em uma lista. Para conseguir, imaginei o que levaria da minha cozinha, se só pudesse carregar 10 itens. Com eles consigo deixar qualquer prato com a minha cara. Esses são os temperos que mais uso e não abro mão:


1 - Sal (marinho, rosa, negro, flor, grosso, etc...)
2 - Pimenta (preta e rosa)
3 - Azeite (extra-virgem em lata)
4 - Manteiga (Aviação)
5 - Noz-moscada (inteira, para ralar na hora)
6 - Creme de Leite (fresco, guardado na geladeira)
7 - Alho (compro já picado)
8 - Cebola (congelo picada)
9 - Salsinha (congelo picada)
10 - Cebolinha (congelo picada)


Todos já apareceram aqui no blog, é só clicar nos links para saber mais!

TOP10 Utensílios


Dentre todas as opções no mercado, tenho 10 utensílios que não dispenso de jeito nenhum. Se você só puder escolher 10 itens, que sejam estes. Vão facilitar, e muito, a vida na cozinha!!

1 - Faca do chef - ela pode ter entre 15 e 30cm. A lâmina é triangular e a ponta é ligeiramente curvada, facilitando o ato de picar. Use-a para tudo. Aqui vale um investimento em marcas como Tramontina, WMF ou Zwilling. Lembre-se de mantê-la afiada.

2 - Xícaras medidoras - geralmente são vendidas em conjuntos (1, 1/2, 1/3 e 1/4 de xícara). Elas medem muito bem tanto os ingredientes secos quanto os líquidos. Você pode escolher qualquer material e comprá-las no supermercado.

3 - Descascador de legumes - o modelo que uso tem a lâmina de um lado e a extremidade pontiaguda para tirar os caroços. É amplamente usado em restaurantes e reduz o tempo para descascar qualquer alimento. Lojas especializadas em artigos para cozinha vendem várias opções.

4 - Tábua - existem as de madeira e as de polipropileto. A vantagem da última é que não tira o fio das facas. Sugiro ter em dois tamanhos, pequena e média.

5 - Colher de madeira - a velha e boa colher de pau serve para tudo e não arranha suas panelas! Use sem moderação. Apenas tenha o cuidado de lavar bem e deixar arejar para secar, pois absorve o sabor.

6 - Batedor manual - feito com voltas de arame e cabo de metal são a marca registrada dos chefs. Pode parecer frescura, mas qualquer massa, molho ou clara em neve batida com ele fica melhor e leva menos tempo. Tenha dois, um pequeno e um médio.

7 - Mixer - prefira um que venha com mini processador junto. Assim você pode não só bater os alimentos, como picar, cortar e moer desde cebolas até pequenas porções de carne.

8 - Batedeira - gosto da manual pela mobilidade. Você pode utilizá-la até dentro de uma panela, se precisar. Marcas recomendados são Arno e Cuisinart.

9 - Pinça - uso-as para tudo, ao invés de garfos ou colheres. Tenha duas, uma pequena e outra grande.

10 - Cortadores de massa - são vendidos em jogos ou individualmente, comprei os meus redondos e os uso para dar forma ao alimentos no prato, como risoto ou purê.


Caminhos da Roça

Há uns 2 anos uma amiga querida me falou da Caminhos da Roça e desde então sou fã e consumidora assídua! Eles entregam em casa toda terça-feira uma linda cesta de produtos orgânicos, que muda toda a semana.

Nesta semana veio alface, tomate, mandioca, beterraba, batatas, milho verde, cebolinha, quiabo, banana e limão. Além disso, aproveitei e pedi uma dúzia de ovos e açúcar mascavo!

A cesta não só nos ajuda a comer produtos saudáveis, sem agrotóxicos, como ainda é uma excelente forma de exercitar a criatividade toda a semana. Alface e tomate já foram para várias saladinhas, o milho verde vai virar purê para acompanhar um congrio, as beterrabas metade foram raladas e outra metade virará batata chips, mandioca já virou o bolinho daqui de baixo, etc...

http://www.caminhosdaroca.com.br/

Mok Sakebar - Rio de Janeiro

Descoberta do último final de semana no RJ:

Mok Sakebar - R. Dias Ferreira, 78 Leblon.

O sakebar surpreendeu com o sushi com ovas de salmão e ovo de codorna cru, atum com foie gras, ouriço fresco e o mix de rolinhos (confit de pato, camarão com aspargos e filet com legumes).

http://www.moksushi.com.br/

O açúcar mascavo e um bolo de aipim

Trocar ingredientes deliciosos como manteiga ou azeite de oliva por outros mais saudáveis é difícil. Mas talvez uma boa maneira para começar a mudança seja pelo açúcar. O mascavo, apesar de não ser totalmente light, tem uma quantidade grande de nutrientes (magnésio, cobre, ferro e vitamina B). O açúcar branco, por outro lado, apresenta 99% de sacarose, contribuindo apenas com energia para o corpo.

O mascavo pode ser utilizado para substituir o branco em todas as produções. Apenas não muito recomendado em conjunto com melados, fica muito forte. Algumas idéias de combinações:

- mascavo + banana + pecans
- mascavo + maçãs + essência de baunilha
- mascavo + frango + balsâmico
- mascavo + cupim + cerveja




Bolo de Aipim (ou Mandioca)

Ingredientes
3 colheres de sopa de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
1 pitada de sal
3 xícaras de açúcar mascavo
6 ovos batidos
1 colher de sopa manteiga
4 xícaras de aipim, ralado
1 xícara de coco ralado
1/2 copo de leite de coco
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

Como fazer
Peneire a farinha, fermento, sal e açúcar numa tigela grande
Junte os ovos, manteiga, aipim, coco ralado, leite de coco e queijo
Bata toda a massa vigorosamente
Despeje num tabuleiro untado com manteiga e asse em forno moderado
Retire do forno quando o palito sair seco do centro do bolo



quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Adeus aos Escargots!


Terminei de ler este livro ontem. 

Para quem é apaixonado pela França, o livro de Michael Steinberger surpreende. Acompanhamos a decadência da nação em relação a sua própria gastronomia, o destaque de países como a Espanha e o esforço de alguns franceses para retomar seu lugar ao topo. 

Vale a leitura.

Para início de conversa...

Gourmandisme. 
Palavra francesa para tudo aquilo que nos desperta o paladar. 
Sempre. 
Assim será o blog. 
Receitas, restaurantes, ingredientes, dicas...  

Bem-vindos!