quarta-feira, 27 de junho de 2012

Le Comptoir Relais Saint-German: o primeiro bistrô

Comecei a fazer uma lista de bistronomiques (bistrôs gastronômicos) que queria conhecer em Paris alguns meses antes de vir. Hoje essa lista já tem mais de 30 endereços, e continua aumentando. Acho que em 6 meses consigo... 

Mas para isso, nada de perder tempo. Já fui no primeiro da lista: Le Comptoir Relais Saint-German


O conjunto inclui um restaurante, uma creperia e um hotel pequeno e muito charmoso, um ao lado do outro no bairro de Saint German de Pres e todos comandados pelo chef queridinho do momento Yves Camdeborde. E por queridinho leia-se "impossível de conseguir uma reserva" nas noites da semana, quando uma mesa para experimentar o menu de cinco pratos a 45 euros requer meses de antecedência.

Mas... Durante o almoço e nos fins de semana o Le Comptoir funciona como brasserie! Isso significa um cardápio clássico de bistrô francês, preço razoável e uma horinha de fila de espera na frente do lugar (não há reservas). Já adianto que vale a pena... 


Para começar, vinho nacional, claro! Esse se chama Sens e é da região de Crozes-Hermitage, próximo ao rio Rhône. Esses vinhos são equilibrados, saborosos e por aqui têm um preço muito justo! Em torno de 14 euros no supermercado e o dobro disso nos bistrôs.


Para a entrada eu não resisti e escolhi o politicamente incorreto mas absurdamente delicioso Foie Gras. As duas fatias são acompanhadas de um coração de alface grelhado, geléia de figo e uma fatia de brioche.


Para o prato principal, como eu estava com vontade de comer carne, fui no "bife da casa". Esse pedaço gigante de contra-filé ao molho rôti e acompanhado de um purê de batatas com o mesmo molho.


E para finalizar... Arroz doce (chamado por aqui de Riz au Lait) coberto com uma farofa de framboesas.

Se eu não tivesse tantos outros lugares para conhecer, voltaria aqui toda semana!


Le Comptoir Relais Saint-German
9 carrefour de l'Odeon
Saint German de Pres

domingo, 24 de junho de 2012

Primeiros passos em terras francesas

Antes de mais nada, peço desculpas aos que aparecem por aqui todos os dias esperando um post novo. Precisei de uma semana para me ajeitar e organizar tudo! Mas de agora em diante podem ficar tranquilos que vai ter post novo sempre!

Agora vamos falar de PARIS! Para começar, o básico do básico.








                                                                                                                                                                              Fonte imagem: Google  

Paris é dividida em 20 regiões (arrondissements), organizadas em forma de espiral. Além disso, o Rio
Sena a divide em duas: a margem direita (Rive Droite) e a margem esquerda (Rive Gauche)

Tudo acima da linha azul, que é o rio Sena, é Rive Droite. Lá fica a famosa e lotada Avenue Champs Elysées (para quem sempre teve dúvida como falar, o certo é mais ou menos "xãns elyzê"), o Arc de Triomphe, a linda igreja Sacré Couer, o Louvre e a Opéra Garnier

Entre as margens ficam duas ilhas: Île de la Cité, que significa "ilha da cidade" pois foi por aí que Paris começou a ser construída e onde fica a Cathedrále Notre Dame; e a Île Saint-Louis, menor mas muito charmosa. 

Tudo abaixo da linha azul, é Rive Gauche. É desse lado que fica a Tour Eiffel, o Musée d'Orsay, a Sorbonne e o delicioso bairro de Saint German de Pres


Em resumo, se você estiver procurando hotel em Paris, minhas sugestões por margem:

Rive Gauche                                                         Rive Droite
Bons para ficar: 5, 6, 7, 14 e 15                           Bons para ficar: 1, 2, 3, 4, 8, 9 e 10
Ruins para ficar: 13                                             Ruins para ficar: 11, 12, 17, 18, 19 e 20


E no 15˚ arrondissement, quase na divisa com o 7˚ e o 6˚, fica a escola Le Cordon Bleu e a minha casa francesa! Essa foto ali em cima é a vista da janela. Mas não se animem, para ter isso é preciso subir 7 andares numa escada bem pequenininha. Nada de elevador em um prédio do início do século XIX.

Essa é a minha cozinha pelos próximos 6 meses:



E como ainda não tive tempo de preparar nada em casa, tirei as fotos das primeiras compras no "marché"...


Pão fatiado tradicional por aqui é o Brioche (tranchée significa fatiado). O nosso pão de misto quente é chamado de "pão americano".


Manteiga Président, tem em todo lugar e é bem baratinha, na versão salgada (demi-sel) e light (léger)


O kit cozinha francês: azeite de oliva da Provence, flor de sal de Camargue e pimenta do reino preta da África do Sul, porque a França não produz. 


Por enquanto é isso gente, logo volto com mais coisas!

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Sobre encontros e despedidas...


"Mande notícias
Do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço
Venha me apertar
Tô chegando...
Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero..."

Não. Isso não é uma despedida. É um até logo. Um "vou ali e já volto". Nesse caso, o ali é Paris. O já volto, é ano que vem. As malas estão prontas para embarcar numa experiência nova, desafiadora e, se der tudo certo, recompensante: Le Cordon Bleu! Serão seis meses de curso intensivo, com o delicioso objetivo de formar-me uma cozinheira profissional nas técnicas francesas. 

A check list está completa. Curso confirmado. Apartamento alugado. Visto na mão. Passagem marcada para hoje a noite. Mas onde fica o Gourmandisme nisso tudo? Claro que vai junto na mala!

Ainda não sei como será a rotina por lá, queridos leitores. Não sei o tempo disponível para escrever, muito menos o conteúdo. Só sei que não posso, nem quero, abandonar esse cantinho que tantas alegrias me deu em tão pouco tempo de vida. 

Portanto, gostaria de dividir o novo desafio com vocês! Agora é a hora de dar seu pitaco e ajudar a desenhar o "Gourmandisme em Paris" respondendo: o que você quer ver por aqui nos próximos seis meses? 

Vale receitas, comidinhas, dicas da cidade, roteiros de viagem, detalhes sobre o curso, restaurantes por lá, meu dia-a-dia, etc etc etc... Para facilitar o pitaco: 






Sem mais demora então, deixo aqui meu até logo. Logo mesmo, pois já estou contando as horas para estar aqui escrevendo de novo, cheia de novidades do mundo de lá... 

Um grande beijo carinhoso a cada um de vocês,

                                                                     Bruna


ps - para quem não aguentar esperar pode acompanhar minhas fotos pelo Instagram: @bruna_leite


quinta-feira, 14 de junho de 2012

Resultado Sorteio Caçarola La Grande Maison!

E chega ao fim o sorteio da maravilhosa Caçarola La Grande Maison! 

Foram 387 inscrições válidasO sorteio foi feito pelo Random.org, na presença de duas testemunhas, e quem levou foi...


6/4/2012 5:03:58 Teresa Newman João Pessoa- Pb



Parabéns Teresa!!! 
Me mande um email com os dados para envio que a La Grande Maison enviará essa linda caçarola diretamente para você!!!

Doce Brasil bem Bolado

Recebi essa semana uma doce surpresa da Livraria Gourmet, o livro Doce Brasil bem Bolado, das chefs Morena Leite e Otávia Sommavilla.


O Doce Brasil bem bolado, é um livro totalmente brasileiro, lançado pelas Editoras Boccato e Gaia. Ao todo, são 32 receitas de deliciosos bolos, com modo de preparo, de montagem e de decoração, que levam ingredientes tipicamente brasileiros como goiaba, cachaça, aipim e caju. O final do livro traz, ainda, dicas e técnicas para quem quer se aventurar no mundo da confeitaria.
Com nomes inspirados na cultura e história brasileiras, traz desde receitas simples, como o Bolo Futebol (feito de chocolate), até as mais sofisticadas, como o Bolo Chita, que leva hibisco na massa e no recheio. Todas as receitas são acompanhadas de uma pesquisa histórica ― é o caso do Bolo Frevo, de pitanga, que conta sobre o surgimento desse ritmo carnavalesco; do Bolo Trancoso, de capim-santo com brigadeiro de capim-santo, com a história dessa cidade; e do Bolo Flores da Amazônia, de castanha-do-pará com recheio de açaí, uma homenagem a essa região. 
Enfim, uma delicia do começo ao fim!
E para quem quiser conferir pessoalmente o livro, a Livraria Gourmet oferecerá a partir dessa sexta-feira, dia 15/06 até domingo 17/06 uma exposição e degustação de bolos decorados do livro Doce Brasil bem Bolado.
Não deixe de conhecer esse trabalho incrível e delicioso!

Exposição Doce Brasil Bem Bolado
De 15 a 17 de junho (sexta a domingo)
Com degustação de bolos no sábado, dia 16, das 13 às 17 horas.
Horário exposição: De quinta a sábado das 12 às 19 horas / Domingo das 13 às 16 horas.
Local: Villa San Pietro - Rua Augusta, 2542 Loja 8 Cerqueira César
CEP: 01412-100 - São Paulo - SP
tel.:(11) 3062-6454      

Menu extra: todo meu!

Depois de preparar 31 menus do chef Ferran Adrià, eu não aguentei e tive que preparar o meu... A inspiração foi o mundo dos vinhos, usando-o como ingrediente principal em cada uma das receitas.

Para a entrada, Risotto de Champagne Trufado, finalizado com crisps de presunto de parma. Um risotto relativamente simples de preparar, mas que é extremamente charmoso!

O prato principal é um dos meus favoritos em toda a culinária francesa, Boeuf à la Bourguignonne. Ele é simples de fazer e você vai achar várias receitas por aí, uma diferente da outra. Essa aqui é a minha versão que, depois de vários testes, leva o meu conjunto favorito: 

  • a carne é músculo, a única que resiste à quatro horas de cocção e absorve bem todos os sabores; 
  • o vinho é de uva Pinot Noir, tradicional da Borgonha, por seu tanino leve e equlibrado;
  • o sabor extra vem do mocotó, que funciona melhor do que qualquer caldo de carne;
  • e para acompanhar, nada de arroz, simples batatas!


Por fim, Pudim de Sauternes, com uma colherzinha de doce de leite. O Sauternes é um tipo de vinho de sobremesa, bem doce e saboroso. O truque é ferver antes o vinho, retirando a maior parte do teor alcóolico e deixando apenas o sabor residual. O doce de leite é para agradar as formiguinhas.

Enfim, um menu tão bom de fazer quanto de comer!


Menu Extra
Risotto de Champagne Trufado
Boeuf à la Bourguignonne
Pudim de Sauternes




Risotto de Champagne Trufado

Ingredientes
4 colheres de sopa de azeite de trufas brancas
2 cebolas roxas, finamente picadas
4 xícaras de arroz para risotto (Arborio, Carnaroli ou Bomba)
750ml de champagne
12 xícaras de caldo de galinha
1 xícara de queijo parmesão ralado
1/2 xícara de manteiga de trufas brancas
8 fatias de crisps de presunto de parma (cozidos 3 minutos no micro-ondas entre folhas de papel-toalha)
sal e pimenta a gosto

Como fazer
Doure as cebolas no azeite de trufas até amolecerem.
Acrescente o arroz e frite por alguns minutos.
Junte o champagne e mexa até reduzir.
Comece a acrescentar então o caldo de galinha, até cozinhar completamente o arroz.
Finalize com o queijo e a manteiga de trufas.
Acerte o sal e a pimenta e sirva com os crisps de presunto de parma.




Boeuf à la Bourguignonne

Ingredientes
2 kg de músculo bovino
3 mocotós bovino
200g de bacon picado
4 colheres de sopa de farinha
2 garrafas de vinho tinto, uva Pinot Noir (na falta de um francês, vá com uma opção chilena)
1 litro de caldo de legumes
500g de cogumelos paris inteiros, ou se forem grandes, em fatias finas
2 dúzias de cebolas pequenas
2 dúzias de batatas pequenas
sal, pimenta e azeite a gosto


Como fazer
Doure a carne, temperada com sal e pimenta, no azeite. Adicione o mocotó e o bacon.
Quando estiverem bem douradas, misture a farinha e frite por mais 2 minutos.
Acrescente o vinho e o caldo de carne. Abaixe o fogo para o mínimo e cozinhe por 3 horas.
Enquanto isso, descasque as cebolas e reserve.
Cozinhe as batatas pequenas descascadas e inteiras, até ficarem levemente macias.
Após as 3 horas de cozimento da carne, acrescente as cebolas e os cogumelos.
Cozinhe por mais 1 hora.
Retire o mocotó e o bouquet garni e sirva acompanhado das batatas.




Pudim de Sauternes

Ingredientes
375ml de vinho de sobremesa Sauternes
700ml de creme de leite
115g de açúcar
3 ovos inteiros
9 gemas
150g de açúcar com baunilha
manteiga para untar as forminhas
1 vidro de doce de leite Havana

Como fazer
Pré-aqueça o forno a 150˚C.
Ferva o vinho em uma panela. Reserve.
Reduza o creme de leite até ficar mais espesso. Reserve.
Faça com o açúcar e 5 colheres de sopa de água um caramelo bem dourado.
Caramelize 12 forminhas de pudim. Reserve.
Bata os ovos, gemas e açúcar com baunilha até formar uma mistura clara.
Acrescente o creme de leite morno, mexendo bem, e em seguida o vinho.
Divida o creme entre as forminhas e leve ao forno por 45 minutos, cobertas com papel alumínio.
Faça um pequeno corte para sair  vapor.
Retire do fogo quando estiverem firmes e leve ao congelador por no mínimo 3 horas.
Na hora de servir, desenforme em pratos individuais e finalize com uma colherada de doce de leite.



Obs.: Todas as quantidades deste menu são para 12 pessoas.


quarta-feira, 13 de junho de 2012

Menu 31: le grand finale!


E chegou ao fim, rápido como tudo que é bom na vida! Eu sei que é um clichê, mas parece que foi ontem que resolvi cozinhar todos os pratos do livro The Family Meal do super chef espanhol Ferran Adrià. Foram 31 menus93 receitasvárias adaptações e muito aprendizado.

A grande delícia de cozinhar esse livro foi viajar junto com o chef pelos vários países em que ele se inspira. Cozinhei pratos da cozinha mexicana, chinesa, tailandesa, francesa, italiana e espanhola. Descobri ingredientes que nem sabia que existiam e topei cozinhar coisas que nem gostava de comer. Me perdoem por usar mais um clichê, mas é a mais pura verdade: hoje sou uma cozinheira mais completa graças ao livro! 

Agradeço a todos que acompanharam a saga e espero que tenham se inspirado tanto quanto eu! E para quem estiver se perguntando "o que vem agora?", aguardem cenas dos próximos capítulos...



Menu 31
Codornas Recheadas acompanhadas de Batatas e Feijão Verde
Creme de Amêndoas




Codornas Recheadas acompanhadas de Batatas e Feijão Verde
Acabei juntando a entrada com o prato principal e ficou com cara de PF. Mas não tem importância, porque o conjunto combinou super bem!


Ingredientes
4 codornas pequenas, aprox. 150g cada
100g de patê de fígado
4 colheres de sopa de mostarda
2 colheres de sopa de mel
1 colher de sopa de alecrim
1 colher de sopa de alho picado

2 batatas médias, cozidas e amassadas com manteiga e leite
1 lata de feijões verdes, cozidos
azeite, sal e pimenta

Como fazer
Pré-aqueça o forno a 180˚C.
Tempere as codornas com sal e pimenta por dentro e por fora.
Recheie-as com quantidades iguais de patê de fígado.
Faça um molho com a mostarda, mel, alecrim e alho e esfregue bem por todas as codornas.
Asse no forno cobertas com alumínio por 20 minutos, virando na metade do tempo.
Descubra e asse por mais 5 minutos de cada lado, para dourar.
Sirva com o purê de batatas e os feijões verdes.




Creme de Amêndoas
Sendo muito sincera, lembrou muito o gosto de mingau. Não é ruim, mas acho que cairia melhor no café da manhã do que encerrando um jantar.

Ingredientes
120g de amêndoas
300ml de água
40g de açúcar
chocolate para a cobertura

Como fazer
Deixe as amêndoas de molho na água a noite anterior.
No dia seguinte, processe as amêndoas com a água e o açúcar, até formar um creme.
Refrigere até a hora de servir.
Finalize com o chocolate derretido por cima.



terça-feira, 12 de junho de 2012

Menu 30: quando faltam os ingredientes

Esse foi o menu das adaptações de ingredientes. Para a entrada, a receita original pedia corações de alface (aquela parte bem do centro da cabeça). Ela é muito comum na Europa, sendo vendida separadamente das folhas ao invés de descartada, como fazemos aqui. Mas, como não achei de jeito nenhum, troquei por brócolis. 


No prato principal outro ingrediente raro pelas bandas de cá do Atlântico, a bochecha de vitelo. No máximo conseguimos de boi, procurando muito. Por isso, acabei trocando por uma peça de patinho e reduzi o tempo de forno pela metade. Ficou ótimo!

E já que estava "abrasileirando" o menu todo, por quê não a sobremesa também? Estava com a ideia de misturar chocolate com cachaça há bastante tempo e achei a oportunidade perfeita com essa mousse. Definitivamente só para adultos!


Menu 31
Brócolis no Alho
Patinho no Vinho Tinto
Mousse de Chocolate com Cachaça





Brócolis no Alho

Ingredientes
1 pacote de brócolis congelado
2 dentes de alho, picados
azeite


Como fazer
Cozinhe rapidamente o brócolis em água, conforme instruções do fabricante. Reserve.
Doure o alho no azeite, acrescente o brócolis e refogue rapidamente.
Sirva quente.




Patinho no Vinho Tinto


Ingredientes

1 peça de patinho, aprox. 300g
2 colheres de sopa de rum
500ml de vinho tinto
750ml de água
2 colheres de sopa de mostarda
azeite, sal e pimenta

Como fazer
Pré-aqueça o forno a 180˚C.
Tempere a carne com sal e pimenta e doure no azeite até ficar bem marrom.
Acrescente o rum e raspe bem o fundo da panela.
Adicione o vinho e cozinhe por 10 minutos, ou até reduzir pela metade. 
Junte a mostarda e a água, tampe a panela e leve ao forno por 1h e meia. 
Sirva com purê de batatas.




Mousse de Chocolate com Cachaça

Ingredientes
120g de chocolate meio amargo Hershey's 60% cacau, cortado em pedaços pequenos
120ml de creme de leite
4 claras
2 colheres de sopa de cachaça
1 cartucho de nitrogênio para o sifão
amêndoas caramelizadas 

Como fazer
Ferva o creme de leite e despeje sobre o chocolate picado. Misture bem.
Deixe esfriar um pouco e junte as claras. Por fim, junte a cachaça.
Passe a mistura numa peneira fina antes de colocar no sifão.
Coloque o nitrogênio, feche bem e chacoalhe a garrafa por alguns minutos.
Deixe em temperatura ambiente até servir.
Decore com as amêndoas caramelizadas.




Para mim, ficou com cara e jeito de comfort food!




segunda-feira, 11 de junho de 2012

Menu 29: fiz a tal da Waldorf Salad!

Acho Waldorf Salad chique. O nome é imponente e a salada também. Com um sabor tão único e específico, ela não é para todo mundo. Confesso que isso inclui o meu paladar. Eu simplesmente adoro uma comidinha chique, vocês leitores aqui do blog sabem, mas essa não passa nem perto das minhas favoritas...

Agora, o Yakissoba de Mariscos, esse é meu número! Perfeito para fugir das versões tradicionais de carne e legumes, além de rápido e prático se você comprar os mariscos congelados, como eu fiz.

A sobremesa não poderia ser mais leve e refrescante: Sopa de Melão & Grapefruit. Geladinha é deliciosa. E se não achar a grapefruit no supermercado, não tem problema, acho que fica até melhor sem!



Menu 29
Waldorf Salad
Yakissoba de Mariscos
Sopa de Melão & Grapefruit




Waldorf Salad

Ingredientes
100g de salão, picado
1 maçã Golden Delicious, picada sem casca/sementes
50g de nozes, quebradas ao meio
60g de maionese
2 colheres de sopa de semente de mostarda (usei mostarda pronta)
2 colheres de sopa de creme de leite
2 colheres de sopa de limão

Como fazer
Misture a maionese, mostarda, creme de leite e limão e junte ao salsão, maçã e nozes.
Sirva em seguida.




Yakissoba de Mariscos

Ingredientes
200g de mariscos, cozidos e sem casca
2 colheres de sopa de molho de ostra
2 colheres de sopa de shoyo
2 colheres de sopa de sakê
120g de noodles
azeite

Como fazer
Misture os três líquidos e reserve.
Cozinhe a massa conforme instruções do fabricante (cozinhar em água quente e resfriar em gelada).
Aqueça um pouco de azeite e doure os mariscos por alguns minutos.
Acrescente os noodles e frite mais um pouco.
Por fim adicione os líquidos e misture bem.
Sirva em seguida.



Sopa de Melão & Grapefruit

Ingredientes
½ melão, cortado em cubos e sem casca
1 grapefruit, dividida ao meio
1 colher de sopa de açúcar

Como fazer
Em um processador bata o melão, açúcar e o suco de meia grapefruit.
Retire os gomos da outra metade e coloque ao centro de um prato fundo.
Regue com a sopa de melão.
Sirva gelado.


quarta-feira, 6 de junho de 2012

Menu 28: com cara de praia

Mexilhões em um caldinho levemente picante. Peixe assado inteiro sobre batatas, tomates e cebolas. Pudim com jeito e gosto de quindim (só que sem coco). Bem que poderia ser um almoço na praia, não poderia?


Menu 28
Mexilhões com Paprika
Namorado assado
Pudim de Caramelo




Mexilhões com Paprika

Ingredientes
400g de mexilhões, limpos e sem casca
1 dente de alho, picado
1 colher de chá de paprika
1 colher de chá de farinha
200ml de água
2 colheres de sopa de salsinha, picada
azeite

Como fazer
Doure o alho no azeite. Acrescente a paprika e cozinhe por alguns segundos.
Junte a farinha e misture bem. Adicione a água e mexa até formar um molho.
Acrescente os mexilhões, tampe a panela e cozinhe por 5 minutos.
Finalize com a salsinha picada e sirva em seguida.




Namorado assado

Ingredientes
1 namorado inteiro, aprox. 1 kg sem escamas e limpor por dentro (peça ao peixeiro)
2 batatas médias, sem casca e cortadas em rodelas finas
2 tomates maduros, cortado em rodelas
1 cebola média, cortada em rodelas
3 dentes de alho, amassados
azeite, sal e pimenta moída na hora

Como fazer
Pré-aqueça o forno a 180˚C.
Coloque azeite em uma assadeira e espalhe metade das batatas, tomates e cebola.
Tempere com sal e pimenta e coloque a outra metade dos ingredientes.
Termine com o alho e mais um pouco de azeite. 
Cubra com papel alumínio e asse por 30 minutos.
Enquanto isso, tempere o peixe com sal e pimenta por dentro e por fora.
Retire os legumes do forno e coloque o peixe por cima. 
Amente a temperatura para 190˚C e devolva a assadeira ao forno, sem alumínio.
Asse por aproximadamente 15 minutos ou até o peixe cozinhar por completo.
Sirva regado com mais um pouco de azeite.




Pudim de Caramelo
Ou... Quindim Chique!

Ingredientes
92g de açúcar
50ml de água
4 gemas, ligeiramente batidas
1 colher de chá de creme de leite fresco

Para o creme
2 colheres de sopa de creme de leite fresco
1 colher de chá de rum

Como fazer
Misture o açúcar na água e leve ao fogo baixo sem ferver até dissolver totalmente.
Quando dissolver, aumente o fogo e deixe ferver até atingir 109˚C (termômetro de açúcar necessário).
Passe as gemas por uma peneira fina e adicione a calda de açúcar, mexendo constantemente.
Adicione o creme de leite, ainda mexendo sempre.
Divida a mistura em copinhos pequenos e leve ao forno para assar em banho-maria por 45 minutos.
Na hora de servir, bata o creme de leite com o rum e coloque uma colher sobre cada pudim.



terça-feira, 5 de junho de 2012

Lá das terras portuguesas...

Já falei por aqui, há um tempo, do restaurante português Tasca da Esquina. Ele é comandado pelo chef Vitor Sobral, é uma filial de Lisboa e tem como proposta uma cozinha descontraída, onde o cliente se sente em casa. Enfim, uma lugar aconchegante com pratos deliciosos! 


Por isso tudo, nem pensei duas vezes quando fui convidada pelo Azeite Andorinha para uma aula culinária sobre bacalhau com o chef Vitor Sobral na cozinha do Tasca da Esquina!

Algumas lições aprendidas:

- Definitivamente azeite extra-virgem é o melhor produto para cozinhar;
- Ele não perde suas propriedades quando aquecido;
- A variação de acidez entre 0,2 e 1% é imperceptível ao nosso paladar.

Os principais mitos sobre o azeite foram desmistificados pelo chef! 

Para o primeiro prato o chef preparou o tradicional Bacalhau à Brás. Ele leva bacalhau desfiado, ovos e batata chips. Azeitonas secas (levam 3 dias para ficar prontas) finalizam o prato. Simplesmente sensacional. Eu poderia comer esse prato todos os dias!



Bacalhau à Bras do chef Vitor Sobral

Ingredientes
1 quilo(s) de bacalhau graúdo desfiado, dessalgado e cru
12 unidade(s) de ovos
1 xícara(s) de chá de azeite extravirgem
4 unidade(s) de cebolas grandes laminadas
6 dente(s) de alho picados
500 grama(s) de batata chips (ou palha)
1 maço(s) de salsa
Sal marinho tradicional a gosto
Pimenta-do-reino moída a gosto
1 colher(es) de sopa de azeite aromatizado com azeitonas
1 colher(es) de chá de azeite aromatizado com salsa
Azeitonas pretas a gosto


Como fazer
Dessalga do bacalhau
Para dessalgar o bacalhau desfiado, lave-o em uma bacia com água fria, trocando a água quatro ou cinco vezes. Esprema em um pano para retirar o excesso de água.


Preparo do bacalhau
Doure a cebola e o alho no azeite extravirgem e adicione o bacalhau. Deixe cozinhar por alguns minutos, cuidando para que não seque demais.
Adicione a batata (caso prefira bem crocante, deixe para acrescentá-la apenas na finalização do prato).
Bata os ovos com pimenta a gosto. 
Adicione os ovos batidos à mistura, sempre mexendo, e siga cozinhando.
Adicione a salsa picada e corrija os temperos, se necessário.

Finalização
Coloque o preparado no centro dos pratos ou travessa, finalize com as azeitonas picadas e perfume com os azeites aromatizados.

Dica: os azeites aromatizados podem ser feitos em casa. Basta colocar o ingrediente aromático (neste caso, salsa e azeitona) em um vidro, cobrir com azeite extravirgem e deixar descansar por alguns dias.


Entre os pratos vimos o chef preparar uma "pururuca" com a pele do bacalhau! Me pareceu muito com mandiopã, aquele salgadinho bem anos 80 que crescia em óleo fervente, lembram?



E por fim o Bacalhau com Grãos. O chef utiliza a posta inteira, com pele e espinhos, pois segundo ele o bacalhau fica muito mais saboroso. Para acompanhar, grão de bico. Tudo temperado com sal e azeite. Simples e saboroso!







Para terminar a tarde, cada participante ganhou um vidro do Andorinha Vintage, um azeite fabricado em edição limitada,  com azeitonas colhidas à mão no ponto exato de maturação. Com seu sabor refinado e frutado, é perfeito para ocasiões especiais - ou para aqueles momentos que a gente quer que se transformem em especiais. 


Não aguentei e já provei o azeite no mesmo dia à noite em casa e confirmo, é um delícia! Super equilibrado e saboroso!



Tasca da Esquina
Alameda Itu, 225
Terças à sábados: almoço e jantar
Domingos e feriados: almoço

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Sorteio de uma caçarola de ferro La Grande Maison!

Ter um blog de gastronomia tem alguns extras, além de cozinhar um monte de comidas gostosas. Uma delas são as surpresas que recebemos em casa de vez em quando!

A última delas foi definitivamente a melhor dos últimos tempos: uma caçarola de ferro da La Grande Maison

Essas panelas são ótimas, duram a vida inteira e ainda são lindas! Elas são produzidas  artesanalmente no Brasi usando materiais e técnicas européias há mais de 10 anos!

Os modelos são os mais variados: frigideiras, molheiras, caçarolas, conjunto para fondue, grelhas, papeiras, travessas e suporte para mesa. Sem falar nas dez charmosas cores à sua escolha!

Ficou curioso? Visite a loja virtual da marca: www.shopcozinha.com.br.  Mas... Isso não é tudo!

A La Grande Maison vai enviar uma panela igualzinha à minha para um(a) felizardo! Basta preencher o formulário abaixo e cruzar os dedos! O sorteio será no dia 14/06!




***************************** INSCRIÇÕES ENCERRADAS *************************



sexta-feira, 1 de junho de 2012

Menu 27: churrasquinho de domingo

Desta vez a adaptação foi uma mistura anglo-brasileira. Levei o frango para a churrasqueira temperado com cerveja, ao melhor estilo gaúcho. Acompanhei com dois clássicos ingleses: purê de ervilhas e batata-palha.

E esta sobremesa é o encerramento perfeito de qualquer churrasco: abacaxi com calda de maple syrup. Uma perfeita sugestão de almoço de domingo by Ferran Adrià. 


Menu 27
Purê de Ervilhas
Galeto Assado com Batata Palha
Abacaxi com Maple Syrup



Purê de Ervilhas

Ingredientes
300g de ervilhas congeladas
1 colher de sopa de manteiga
sal

Como fazer
Cozinhe as ervilhas em água fervente com sal por alguns minutos.
Retire, amasse e misture a manteiga.
Sirva quente.




Galeto Assado com Batata Palha

Ingredientes
2 galetos de aproximadamente 700g cada
1 lata de cerveja
2 colheres de sopa de sal grosso
4 dentes de alho picados
1 colher de sopa de salsinha picada
1 colher de sopa de cebolinha picada
pimenta moída na hora
batata-palha para acompanhar

Como fazer
Esfregue sal e pimenta nos galetos.
Faça uma marinada com os demais ingredientes e cubra os galetos.
Deixe descansar de um dia para o outro.
Asse em fogo médio na churrasqueira por aproximadamente 1 hora, virando sempre.
Sirva acompanhado de batata-palha.




Abacaxi com Maple Syrup

Ingredientes
1/2 abacaxi cortado em cubos
2 colheres de sopa de maple syrup

Como fazer
Regue o abacaxi com o maple syrup e sirva em seguida.